Esperança

Se em Deus depositamos também a Esperança, se Nele esperamos, finalmente o encontraremos

Testemunho - Dignidade devolvida

Testemunho de Gabi que teve sua dignidade de filha de Deus resgatada após seu encontro pessoal com Jesus. O Senhor a conduziu a um processo de conversão diária, luta verdadeira pela santidade.

Só… ou bem acompanhado!

“A vida se torna mais feliz quando vivemos em comunidade”

 

Uma das maiores tentações do demônio nos tempos atuais é impedir que nos relacionemos uns com os outros. É bem verdade que, a cada dia que passa, o ser humano tem se isolado em seu mundo e construído para si a sua verdade, deixando de lado a verdade de Cristo, como Ele mesmo declara em João 14,6: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.”

Podemos observar que desde o princípio o que foi causa de divisão e de surgimento de igrejas e ceitas foi a necessidade do homem em construir sua própria verdade. Baseado em seus conceitos tímidos, não suportam abrir mão destes, uma vez que o orgulho os cega ao conhecimento de Deus. O Senhor já nos prevenia na II Carta a Timóteo 4,3: “Porque virá tempo em que os homens já não suportarão a sã doutrina da salvação. Levados pelas próprias paixões e pelo prurido de escutar novidades, ajustarão mestres para si.”

 

Quanto mais nos submetemos aos conceitos impostos por esse mundo, mais nos tornamos frios na FÉ. Somos, todos os dias, “pressionados” a acreditar que podemos viver sozinhos e sem Deus. E então me vem a pergunta: Como viver longe Daquele que me criou? Que conhece tudo o que há em mim? Que me sonda dia e noite e me ama incondicionalmente?

 

O Salmo 138 traduz em palavras o sentimento que tenho ao escrever esse artigo. Faço dele minha oração para o dia de hoje:

“Senhor, Tu me examinas e me conheces, sabes quando me sento e quando me levanto,
Penetras de longe meus pensamentos,

A palavra ainda não me chegou à língua e Tu, Senhor, já a conheces toda.
Foste Tu que criaste minhas entranhas e me teceste no seio de minha mãe,
Olha se meu caminho se desvia e guia-me pelo caminho eterno.”

 

E outra pergunta segue: Como vivermos isolados, se o próprio Jesus escolheu doze apóstolos para acompanhá-lo na missão de salvação?

A maior riqueza que Deus nos concede quando nos aproximamos Dele é a presença dos irmãos, daqueles que Deus constituiu para nos auxiliar no caminho da Felicidade. Posso dizer que são verdadeiramente os braços, as mãos, a boca de Deus a nos amparar no momento oportuno, a nos exortar quando precisamos ser melhores, a nos perdoar quando somos ignorantes ou estressados, a nos ensinar quando nosso pensamento é limitado, a nos animar quando estamos abatidos, a nos proteger quando somos alvejados e a nos a AMAR sem pedir nada em troca.

A vida se torna mais feliz quando vivemos em comunidade!

Deus abençoe! Sou família contigo!

 

por Lívia Amorim

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

AJUDE-NOS

Comunidade Católica Família em Missão

CNPJ 19 446 396/0001-23


Banco: ITAU
Agência: 0667  |   Conta Corrente: 8945-2

 

Liturgia Diária