Esperança

Se em Deus depositamos também a Esperança, se Nele esperamos, finalmente o encontraremos

Testemunho - Dignidade devolvida

Testemunho de Gabi que teve sua dignidade de filha de Deus resgatada após seu encontro pessoal com Jesus. O Senhor a conduziu a um processo de conversão diária, luta verdadeira pela santidade.

Pregação – Pecado e Salvação – II Seminário de Vida no Espírito Santo

Muitas vezes não sabemos o que é verdadeiramente o pecado, fazemos disso um bicho de sete cabeças. O pecado tem inicio com a desobediência do homem. Deus fez todas as coisas, viu que era bom, e fez o homem. A intimidade que Deus tinha com o homem era grandiosa, mas pela desobediência do homem o pecado entrou na nossa historia. Quando o homem se afasta e decide viver longe de Deus, aí entra o pecado. O conceito do pecado, portanto, é a desobediência do homem, que o faz se afastar de Deus.

Muitas vezes, por exemplo, quando olhamos os dez mandamentos, nós vemos isso como um peso: “ah meu Deus, eu tenho que cumprir todos esses dez mandamentos”. Porém, ao contrário de ser um peso, é um grande privilégio poder obedecer aos mandamentos de Deus. Nós somos livres, Deus não nos fez marionetes ou bonecos que Ele manipula. Deus nos deu a liberdade de filhos para sermos felizes. Mas muitas vezes não a sabemos usar, assim como fez o filho pródigo. Do mesmo modo que o Pai espera o filho pródigo, dia após dia, assim faz Deus, Ele nos espera!

Nenhum homem é capaz de ser feliz sozinho. E nessa vontade de ser feliz o homem acaba por procurar Deus onde Ele não está, buscando se completar, se preencher no vazio do pecado. E essa procura da felicidade, de Deus, no pecado faz o homem ficar desfigurado, pois é isso que o pecado faz conosco, ele nos desfigura. Nós manchamos a nossa a verdadeira essência de filhos de Deus, feitos à Sua Imagem e Semelhança.

O pecado é como se pegássemos uma camisa branca, linda, que na sua essência é pura! E você joga uma garrafa de vinho e mancha a camisa. A camisa não deixou de ser branca, mas a partir dali ela está suja, manchada. E assim ficamos nós quando pecamos, manchados pelo pecado. Muitas vezes pensamos: “ah, mas é impossível deixar o pecado”. Eu digo: não! Você é aquela camisa branca, linda e pura! Seja qual for o seu pecado, nós somos filhos de Deus, puros, feitos a Sua imagem e semelhança. Precisamos voltar à nossa essência. Por mais que você pense estar no fundo do poço, você ainda tem jeito!

Todos nós buscamos a felicidade, seja por qual caminho for. Mas quando o pecado nos invade, ele vai destruindo o homem. “O salário do pecado é a morte” (Rm 6, 23). O meu pecado não vai afetar Deus. Deus vai continuar sendo Deus e vai continuar me amando. O pecado prejudica a mim próprio, é uma morte espiritual. Deus não nos quer tristes, ao contrário, Deus nos quer felizes. Nada é capaz de nos separar do amor de Deus. “Quem nos separará do amor de Cristo? Tribulação, angústia, perseguição, fome, nudez, perigo, espada? Nada nos separará do amor de Deus!” (Rm 8, 35).

O nosso pecado, por maior que ele seja, não é capaz de nos separar de Deus. Ainda que façamos as nossas próprias escolhas, Deus não nos abandona! Corremos, gritamos, choramos, insistimos em ir por onde pensamos estar a felicidade, mas o bonito de Deus é que em todos esses lugares, Ele sempre estava lá conosco. Deus nos deu a liberdade. Somos livres para irmos para onde bem entendermos, somos livres para fazermos qualquer escolha. Quando Deus nos deu a liberdade, Ele correu o risco de nos perder. Mas Deus precisava correr esse risco, e assim nos amou. Ao nos sentirmos livres, fazemos como um cãozinho que se desprende da coleira, e atravessa as ruas com carros em movimento. Assim, somos nós, quando desatados pela coleira do Senhor. Não entendemos, mas a coleira não era uma prisão, era uma proteção!

Se hoje você identifica em seu peito um peso pelas escolhas erradas, hoje Deus te oferece a salvação! Diz a Palavra de Deus que aquele que fizer a vontade do Senhor vai ser feliz. Nós somos capazes de vencer o pecado! O pecado é a escolha que nós fazemos de não sermos felizes! Somos livres, porém, as nossas escolhas são cercadas por conseqüências. Quando Deus diz: “não faça isso”, é porque é para o nosso bem. Por isso nosso Senhor nos coloca regras, nós vivemos essas regras se quisermos, é uma decisão! Precisamos ser luz! Precisamos iluminar o mundo! É bonito ser de Deus! Vale a pena! A Salvação também é pra VOCÊ!

 

por Matheus Campos

Comentários  

 
#1 elizabete 16-01-2014 23:20
Que alegria ver tanto esclarecimento em poucas palavras. Isso é sabedoria, crescimento constante.
Citar
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

AJUDE-NOS

Comunidade Católica Família em Missão

CNPJ 19 446 396/0001-23


Banco: ITAU
Agência: 0667  |   Conta Corrente: 8945-2

 

Liturgia Diária